Qual volume é considerado beber socialmente?

Atualizado: 25 de mai. de 2021

Quem nunca teve que preencher um formulário ou responder alguma questão sobre a quantidade de álcool que costuma consumir?

Esse tipo de questionamento é bastante comum em exames , e na maioria das vezes as pessoas respondem que “bebem moderadamente”.

Mas você realmente sabe qual volume é considerado beber socialmente?

Esse termo é bastante utilizado por aquelas pessoas que consomem álcool, mas não querem demonstrar que isso pode ser um problema, ou ainda por aqueles que não querem parecer caretas.

Então é comum ouvir as frases “eu bebo moderadamente”, “tenho hábito de beber socialmente” ou então a mais famosa nas propagandas de bebidas “beba com moderação”.

O álcool é considerado “maneiro”, por isso o seu consumo é estimulado de diversas formas.

As pessoas presenteiam as outras com bebidas alcoólicas, e a maioria das festas oferecem opções com “open bar” em que o consumo de álcool é liberado à vontade, criando a ilusão de que a festa é muito mais divertida com esse tipo de bebida.

No entanto, os danos causados por essa substância não são nada “maneiros”, por isso ninguém quer dizer que toma bebidas alcoólicas com irresponsabilidade e ser rotulado como problemático.

Quanto é beber socialmente?


Conforme aponta a Organização Mundial da Saúde, a pessoa que bebe socialmente é aquela que consome bebidas alcoólicas somente em ocasiões especiais, como em festas e reuniões com amigos e familiares, por exemplo.

De acordo com os especialistas o indivíduo que bebe socialmente está classificado no risco moderado de alcoolismo.

Nesse nível está quem toma no máximo três doses por dia de bebida com álcool. Isso é equivalente a uma latinha de cerveja, uma taça de vinho ou então 25ml de bebidas destiladas, tais como o uísque, a cachaça e a vodca.

Ainda, é importante mencionar que por causa de aspectos biológicos o nível de consumo de álcool moderado pode ser diferente para homens e mulheres.

Portanto, se você tem costume de beber mais do que isso, deve ficar atento para os malefícios da sua relação com o álcool.

Por fim, é preciso dizer que cada pessoa reage a essa substância de uma maneira diferente. Apenas uma latinha de cerveja é capaz de deixar algumas pessoas alteradas, enquanto outras precisam de várias latas para ficarem embriagadas.

Sendo assim, pessoas podem ser afetadas de formas diferentes bebendo a mesma quantidade de álcool.


Quando não é recomendado beber mesmo que socialmente?


Já vimos qual volume é considerado beber socialmente, ou seja, sem trazer riscos para a saúde ou aspectos da vida de um indivíduo.

No entanto, é importante alertar que essa quantidade não é recomendada para todas as pessoas. Existem alguns grupos que não devem consumir bebidas alcoólicas, independentemente da dose, veja abaixo:

● Grávidas;

● Lactantes;

● Pessoas com histórico de alcoolismo;

● Indivíduos que tenham dependentes de álcool na família, pois o alcoolismo pode ser hereditário;

● Quem utiliza medicamentos que possuam interação com o álcool (isso significa que tomar os dois simultaneamente pode causar prejuízos ao tratamento ou causar danos à saúde);

● Antes de dirigir, operar máquinas ou realizar outras tarefas consideradas de risco e que precisem de atenção;

● Quem tem problemas hepáticos, cardíacos, ou no pâncreas.

Os perigos de beber socialmente

Agora você já sabe qual volume é considerado beber socialmente, mas será que essa quantidade também traz riscos para a saúde?

De acordo com um estudo, não existe nível seguro de consumo de álcool. Sendo assim, beber socialmente também é prejudicial.

A melhor maneira de prevenir doenças relacionadas com o consumo de álcool é não ingerir nenhuma bebida alcoólica, independentemente da quantidade.


Quando uma pessoa é considerada alcoólica?


Se você bebe mais do que o nível moderado, não se desespere. Isso não significa que você é alcoólico.

O diagnóstico de alcoolismo não é feito apenas com base na quantidade de bebidas tomadas, mas sim nos prejuízos que o álcool traz para a sua vida.

Responda as perguntas abaixo com sinceridade e avalie se a sua relação com o álcool está fora de controle.

● Você está com baixo rendimento no trabalho?

● Tem deixado de comparecer ao seus compromissos por estar de ressaca?

● Após beber você não lembra do que fez no dia seguinte?

● Você tem se envolvido em brigas ou discussões por estar embriagado?

● Só consegue começar o dia após tomar uma dose?

● Você não tem motivos para beber e nem precisa de companhia para isso?

● Mesmo sabendo dos impactos negativos do álcool na sua vida você não consegue deixar de beber?

● Amigos e familiares já te alertaram sobre o seu consumo abusivo de álcool?

● Mesmo após estar bêbado, você continua bebendo?

● Tem notado sintomas diferentes, tais como perda de memória ou tremores nas mãos?

● Você não consegue beber socialmente, sempre que começa “bebe até cair”?

● Está começando a ter prejuízos financeiros por causa das bebidas alcoólicas?

● Você trocou as atividades que mais gosta pela bebida?

● Possui diversas bebidas em casa com medo de que não tenha mais quando você tiver vontade?

● Perder pessoas que gostava por causa do álcool?

Se você respondeu ‘sim’ para a maioria dessas perguntas, provavelmente está tendo problemas com o consumo de álcool e precisa de apoio para mudar essa realidade. E nós podemos te ajudar!


Largar o álcool não precisa ser um sofrimento!


Se você quer reduzir a quantidade de consumo de álcool ou até mesmo largar de vez esse hábito nocivo, saiba que isso é possível de uma maneira agradável, sigilosa e discreta.

Através do programa Dei Um Tempo você consegue ressignificar a sua relação com o álcool e transformar a sua realidade.

Tudo funciona por meio de um aplicativo desenvolvido por especialistas (psicólogos e psiquiatras) para ajudar as pessoas a se tornarem a sua melhor versão, e tudo isso de um modo super flexível.

No App você terá jornadas personalizadas e pode compartilhar suas vitórias e ansiedades com pessoas que estão em busca do mesmo objetivo que você!

Tudo o que você precisa fazer é dedicar apenas 15 minutos por dia para realizar as atividades propostas pelo nosso método. Incrível né?!

Saiba mais sobre esse recurso terapêutico.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo