Por que o álcool torna algumas pessoas violentas?

Atualizado: 25 de mai. de 2021

Diferenças sutis na função cerebral, personalidade e questões sociais podem determinar o porquê de certas pessoas ficarem violentas ao beber.

De fato, a violência relacionada ao álcool é um problema sério que precisa ser abordado.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), em seu Relatório Global sobre Saúde e Álcool de 2018, mostra que cerca de 18% dos casos de violência doméstica tiveram relação com o consumo de álcool por parte do agressor.

Assim, apesar de ser uma minoria de pessoas que ficam agressivas ao beber, esse assunto é de vital importância para que se compreenda essa potencialmente drástica associação.

Para saber mais sobre esse assunto, confira o artigo até o final!


Qual é o perfil de quem fica agressivo ao beber?


Sem dúvida a personalidade do dia a dia é um elemento chave quando se fala sobre agressividade relacionada ao álcool.

Ou seja, muitas vezes aqueles que praticam agressões quando bêbados são os mesmos que possuem uma tendência agressiva mesmo longe do álcool.

O que acontece é que a substância aflora esse comportamento ruim.

Assim, as pessoas que são mais irritáveis, têm maior intolerância à frustrações e que exibem níveis mais baixos de empatia para com os outros quando sóbrias, têm mais probabilidade de serem agressivas quando têm álcool em seu corpo.

O gênero também tem uma influência: os homens são mais propensos que as mulheres a serem agressivos quando fazem uso do álcool.

Aliás, isso implica em problemas muito sérios como, por exemplo, a violência contra a mulher. Segundo dados da ONU Mulheres, parte considerável das agressões físicas contra o gênero feminino tem correlação com a ingestão de álcool.


O papel do cérebro na agressividade


Há cada vez mais evidências de que variações sutis na função cerebral alteram o comportamento das pessoas após beberem.

Uma forma de medir os efeitos do álcool no funcionamento do cérebro é observar como as pessoas usam o que é conhecido como sistema executivo do cérebro. Este é responsável por tarefas como:

● A tomada de decisões,

● Resolução de problemas

● Raciocínio são tarefas

Dessa forma, quem possui o centro cerebral executivo íntegro tem capacidade de planejar seus atos e também conter impulsos de agressividade.

Mas acontece que quando se ingere bebidas alcoólicas esse controle executivo é comprometido, tornando mais difícil a reflexão sobre nosso comportamento e a autorregulação dos nossos atos.

Com isso, em vez de respirar fundo quando nos sentimos desprezados ou insultados, aumenta-se a chance de ceder aos nossos impulsos.

É importante ressaltar que algumas pessoas naturalmente têm um controle executivo mais fraco do que outras, o que suscita ainda mais situações de violência ligadas ao álcool.

O desenvolvimento cerebral

A falta de controle executivo também ajuda a explicar porque adolescentes e jovens adultos são frequentemente os autores de comportamentos violentos quando bêbados.

Afinal, é consenso científico que o cérebro está em desenvolvimento até os 20 anos e uma das últimas partes cerebrais a se desenvolver é o lobo pré-frontal, a região responsável por conter impulsos através do controle executivo.

Beber com frequência afeta o córtex pré-frontal e compromete as decisões até mesmo quando se está sóbrio.

Por isso, é muito importante que se você está enfrentando problemas com álcool busque ajuda especializada.

Foi pensando nisso que nós desenvolvemos um app com um método enxuto criado por especialistas para te ajudar a dar um tempo na bebida sem que você precise se expor. Clique aqui e conheça já as nossas jornadas!


Efeitos do álcool na capacidade de reconhecer ameaças


O ser humano tem uma capacidade natural de reconhecer ameaças. Foi essa habilidade que garantiu nossa sobrevivência em ambientes primitivos hostis.

Quando se está diante de uma ameaça ativa-se o sistema de luta ou fuga cerebral através do qual reagimos ao perigo iminente.

No entanto, quando se ingere álcool o processamento de informações sobre o que é ou não uma ameaça pode ficar comprometido.

Assim, o álcool altera nossa percepção do mundo e gera um aumento da sensibilidade às “ameaças”.

Por isso, certas pessoas podem explodir simplesmente ao levar um esbarrão desproposital no meio de uma festa.

E o mais preocupante é quando se banaliza esses atos, porque é comprovado cientificamente que o meio social exerce importância na geração da violência.

Por exemplo, se em uma sociedade a violência relacionada ao álcool é comum, há uma tendência para que os números de casos de agressividade ligados ao álcool aumentem.

Sem contar que aqueles que vivenciaram situações de violência por conta do alcoolismo na esfera familiar podem ser influenciados por isso na construção de suas personalidades.


Conclusão


De fato, o uso do álcool pode deflagrar uma série de malefícios que não só interferem na saúde física, mas também na psíquica e social.


Uma conhecida associação dos efeitos do álcool é como essa substância pode propiciar agressões e violências.


Esse é um problema sério cujas causas são multifatoriais, ou seja, devem-se a vários pontos.


O principal deles certamente é a formação da personalidade de cada pessoa.


Quem costuma ser mais explosivo no dia a dia, apresentando irritabilidade e intolerância às frustrações geralmente torna-se mais agressivo ainda com o uso do álcool.


Além disso, há explicações neurológicas para esse comportamento. A bebida acomete partes do cérebro responsáveis pela ponderação e análise cuidadosa das situações antes de tomar uma decisão.


Assim, pessoas mais impulsivas tendem a ser agressivas após beberem, uma vez que podem interpretar situações inofensivas como grandes ameaças.


Portanto, a melhor maneira de evitar a agressividade por conta do álcool é beber com moderação e buscar ajuda se você está sofrendo dificuldades nesse sentido.


Nós da Dei Um Tempo criamos um aplicativo através do qual nossos assinantes recebem dicas diárias do nosso time de especialistas para te ajudar lidar com seus desafios e assim conseguir viver livre do álcool.


Nossa plataforma pela total discrição das suas informações, isto é, você pode compartilhar todas as suas dores de forma 100% sigilosa na nossa rede social exclusiva.


Conheça mais sobre nossas jornadas e dê início a uma fase da sua vida clicando aqui!

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo