Parar de fumar tem efeitos colaterais? Descubra o que você vai sentir

Atualizado: 26 de mai. de 2021

De acordo com dados do Vigitel/2019, o percentual total de fumantes com 18 anos ou mais no Brasil é de 9,8%. Isso representa aproximadamente 22 milhões de pessoas.


Estima-se que uma grande parte desse percentual tenha real intenção de largar o mal hábito.


Mas, será que parar de fumar tem efeitos colaterais?


Essa é uma preocupação válida, afinal, ninguém quer sofrer ou se sentir mal durante esse processo.


Portanto, se você já marcou um dia para parar de fumar e está ansioso para saber o que vai acontecer com o seu organismo durante esse período, continue a leitura.


Quais são os efeitos colaterais de parar de fumar?

Primeiramente, deve ser avaliado o nível de dependência em que a pessoa se encontra. Os efeitos colaterais de parar de fumar variam de acordo com cada indivíduo e normalmente duram por pouco tempo. Faça um teste GRATUITO aqui caso deseje saber o seu nível de dependência.


Por isso, não se preocupe com os relatos de outras pessoas sobre as suas tentativas de parar de fumar e o que elas sentiram.


Cada organismo reage a esse processo de uma maneira diferente. Portanto, isso não significa que os mesmos efeitos também irão acontecer com você.


Os sintomas mais comuns causados pela falta do cigarro são:

  • Dor de cabeça;

  • Irritabilidade;

  • Tontura nos dois primeiros dias;

  • Depressão;

  • Irritabilidade;

  • Cansaço;

  • Prisão de ventre/constipação;

  • Apetite aumentado;

  • Dificuldade de concentração;

  • Ansiedade;

  • Alterações do sono como dificuldades para dormir ou permanecer dormindo e pesadelos, por exemplo.


O conjunto desses fatores pode causar frustação, o que deixa a pessoa triste e insegura para concluir a jornada.


No entanto, se você deseja realmente largar esse hábito precisa entender que os sintomas serão passageiros.


Sendo assim, é ideal se preparar para esse momento um pouco antes de começar o processo de parar de fumar. Esteja totalmente focado nos benefícios que essa mudança vai trazer para a sua vida.


Quando surgem os primeiros sintomas?

De acordo com o seu nível de dependência da nicotina, você começa a sentir que algo está diferente no seu corpo apenas algumas horas depois do último cigarro fumado.


No entanto, parar de fumar tem efeitos colaterais mais acentuados após as primeiras 24 horas sem o uso do cigarro.


As primeiras semanas serão as piores, assim como em qualquer novo processo, como por exemplo em um trabalho novo, faculdade nova ou em uma nova cidade.


Mas com o passar dos dias você vai perceber que o fardo está mais leve e que a jornada não está mais tão difícil.


Estima-se que todas as reações desapareçam em torno de 15 dias ou no máximo em um mês.

No entanto, a vontade de fumar (também conhecida como fissura) pode durar mais tempo, principalmente se você tiver contato frequente com pessoas fumantes.


Parar de fumar tem efeitos colaterais para o nosso corpo. Entenda o motivo:

Você provavelmente deve saber que o cigarro possui uma substância chamada nicotina. E esse é um dos principais motivos que parar de fumar tem efeitos colaterais.


A nicotina funciona como uma droga que atua em vários processos do nosso organismo, inclusive estimulando a produção de dopamina.


Segundo a Ma. Vanessa Sardinha dos Santos em um artigo do Brasil Escola: “A dopamina está relacionada com o chamado sistema de recompensa, que é um circuito neuronal no cérebro que influencia diretamente as nossas emoções.”


Por isso, não fica difícil perceber que quando uma pessoa para de fumar, os níveis dessa substância diminuem, causando alterações nas sensações de bem-estar e prazer.


Porém, a boa notícia é que de acordo com estudiosos, a nicotina presente no cigarro precisa de você para funcionar.


Cientistas deram cigarros a 24 fumantes crônicos e então pediram que fizessem uma ressonância magnética. Mas antes eles alertaram que nem todos os cigarros tinham nicotina.


Cada pessoa sabia o que estava fumando, ou seja, se possuía ou não a substância. No entanto, nem sempre os pesquisadores falavam a verdade.


O resultado das imagens demonstrou que o cérebro estava liberando dopamina apenas quando o participante acreditava que estava fumando um cigarro com nicotina.


Isso significa que mesmo que a substância esteja presente, se o fumante não souber, o cérebro não terá vontade. O inverso também funciona.


Com base nesse estudo, é possível considerar que o vício está apenas na cabeça da pessoa. Sendo assim, será que este não é o momento de transformar o seu pensamento?


Recomendações que ajudam a superar a fase mais difícil da abstinência:

  • Tome um copo de água toda vez que você sentir vontade de fumar;

  • Faça atividades físicas pois elas liberam serotonina e endorfina, responsáveis por promover sensação de bem-estar;

  • Pelo menos nos primeiros dias evite ficar no mesmo local com outros fumantes. Nesse período você está mais sensível e pode acabar “caindo na tentação”;

  • Tenha sempre um chiclete ou bala para colocar na boca caso bata a “fissura” por fumar um cigarro.

  • Toda vez que der vontade de acender um cigarro pense nos benefícios que você vai obter por largar esse mal hábito;

  • Além disso, pense também nas pessoas que vão deixar de ser prejudicadas pela fumaça do seu cigarro (fumantes passivos).


Parar de fumar tem efeitos colaterais!

Conforme você pode ver ao longo desse artigo, parar de fumar tem efeitos colaterais que variam de pessoa para pessoa e de acordo com cada organismo (e tempo de utilização do cigarro).


No entanto, os benefícios de largar o mal hábito são incontáveis e superam o número de sintomas da abstinência.


Além disso, as reações são passageiras enquanto as vantagens de se livrar de vez do cigarro são duradouras.


Descubra a seguir um método revolucionário para largar de vez esse hábito nocivo de uma maneira mais agradável.


Conheça o desafio Dei um Tempo:

O Dei um Tempo é uma jornada de autoconhecimento feita especialmente para você ressignificar a sua relação com o cigarro.


Parar de fumar tem efeitos colaterais, mas através desse desafio você consegue passar por essa transição sem sofrer tanto com eles.


Conte com uma rede de apoio formada por pessoas que estão passando pela mesma situação que você.


Está disposto a dedicar apenas 15 minutos do seu dia em busca da sua melhor versão?


Faça agora o teste rápido de Fagerström¹ gratuitamente e descubra se está na hora de você dar um tempo!

¹esse é um método internacionalmente reconhecido para identificar dificuldades na sua relação com o tabaco.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo