O alcoolismo é hereditário? Tem cura?

Atualizado: 25 de mai. de 2021

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, somente no Brasil há mais de 4 milhões de etilistas. Apesar de infelizmente ser um transtorno comum, ainda existem muitas dúvidas e tabus sobre ele.


Algumas perguntas frequentes são: O alcoolismo é hereditário? Tem cura?


Pensando nisso, resolvemos trazer respostas para as principais dúvidas relacionadas ao tema no post de hoje. Continue a leitura e confira.


Tabus sobre o alcoolismo e as pessoas dependentes de álcool


O alcoolismo é um transtorno com grande impacto na saúde pública . Apesar disso, é fato que quando uma pessoa começa a tomar bebidas alcoólicas não imagina que isso possa se tornar um problema.


Mas infelizmente, ainda existe muito preconceito em relação a esse quadro e seus portadores. Ainda é preciso levar em consideração todas as causas para essa doença (e que conforme veremos abaixo o alcoolismo pode ser hereditário).


A pessoa com dependência na maioria das vezes não reconhece os danos que compõe o transtorno e possivelmente acredita que tem controle sobre o consumo do álcool, que consegue parar quando quiser.


Geralmente, após passar muito tempo é que o indivíduo começa a perceber alguns sinais de alerta, tais como: desentendimento com amigos e familiares, brigas devido a embriaguez, ressacas frequentes, não conseguir cumprir com as suas obrigações por não estar sóbrio, além de desenvolver problemas de saúde.


E quando isso acontece, a pessoa pode até desejar parar de beber, mas não consegue. É por isso que é preciso buscar ajuda, pois se livrar da dependência do álcool não é nada fácil como muitos pensam.


Infelizmente, ainda há quem acredite que para largar o vício é preciso apenas “força de vontade” ou “vergonha na cara”. A realidade é muito diferente.


É importante entender que o etilista possui dependência física e psicológica, precisando superar essas duas barreiras para vencer o transtorno.


É fundamental que a pessoa esteja disposta a parar de beber, mas apenas isso não é suficiente para alcançar êxito. A dependência do álcool é um problema complexo, que exige cuidados variados, incluindo apoio, orientações e, por vezes, pode ser indicado o uso de alguns medicamentos.


O alcoolismo é hereditário? Confira as causas!


Pesquisas científicas mostram que pesquisa feita em Nova York o alcoolismo pode ter sim fatores genéticos. O estudo (colocar nome do estudo) aponta que a tendência à dependência do álcool pode ser de até 50% nos filhos de etilistas.


Sendo assim, podemos dizer que o alcoolismo sofre influência da hereditariedade. Portanto, quem tem parentes próximos dependentes de álcool deve ficar mais alerta no consumo desse tipo de bebida para evitar o risco de desenvolver o transtorno.


No entanto, é preciso ressaltar que esse não é o único fator relacionado ao desenvolvimento do alcoolismo. Alguns outros são: transtornos psiquiátricos, aspectos de personalidade, controle de impulsos, enfrentamento de estresse, idade e intensidade de exposição à substância, estrutura familiar, fatores sociais e culturais, nível educacional e condição de trabalho.


O alcoolismo tem cura?


Agora você já tem mais informações sobre o que leva uma pessoa ao etilismo e sabe que esse quadro tem importante fator hereditário. Mas será que tem cura?


Infelizmente, a resposta é não.


O alcoolismo é um quadro crônico, do mesmo modo que a diabetes ou a asma, portanto, não tem cura. Mas tem tratamento!


Os tratamentos disponíveis atualmente são bastante eficazes e embora alguns dependentes possam ter recaídas, é possível sim se livrar desse problema e voltar a ter uma vida normal.


O método da Dei Um Tempo é um excelente exemplo de recurso terapêutico.


Nele o participante que deseja cessar o uso de álcool participa de jornadas e atividades personalizadas, desenvolvidas por profissionais especialistas.


Todo o processo é feito de forma simples e agradável, por meio de um aplicativo que reúne outras pessoas que estão passando pelo mesmo problema. Saiba mais sobre esse tratamento.

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo