Bebida alcoólica abaixa a imunidade? Descubra!

Atualizado: 26 de mai. de 2021


Muitas pessoas já sabem dos inúmeros prejuízos que o álcool pode trazer, afetando negativamente diversos aspectos da vida do usuário. Mas será que a bebida alcoólica abaixa a imunidade?


Em tempos de pandemia causada pelo novo coronavírus, essa é uma dúvida bastante comum, afinal, ninguém quer correr riscos de contaminação.

Preservar a saúde e cuidar ao máximo do nosso sistema imunológico deve ser uma prioridade nesse momento.

Mas infelizmente, nem todos estavam psicologicamente preparados para passar por esse momento de crise, o que levou muitos ao aumento do consumo de álcool.

Conforme aponta uma pesquisa, 44,3% dos trabalhadores essenciais têm abusado de bebidas alcoólicas nesse período.

O levantamento “Uso de Álcool e Covid-19”, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) revelou que 35% dos participantes entre 30 e 39 anos aumentaram a quantidade de ingestão de bebidas alcoólicas.

Mas esse hábito em vez de ajudar a passar com maior facilidade por esse momento de incerteza, pode acabar se tornando um grande problema. Isso acontece pois o consumo excessivo de bebida alcoólica abaixa a imunidade, diminuindo as defesas contra o COVID-19 e inúmeros outros vírus e doenças.


Por que a bebida alcoólica abaixa a imunidade?


O sistema imunológico funciona como o “batalhão” do nosso organismo. Assim que ele detecta um potencial invasor, como bactérias e vírus, ele ataca e neutraliza esses agentes prejudiciais.

As “tropas” são compostas por milhões de células de diferentes tipos e com funções variadas, que são responsáveis por defender o nosso corpo e mantê-lo saudável.

O álcool atua como um imunossupressor, isso significa que em grandes quantidades é capaz de prejudicar o nosso sistema imunológico.

Além disso, quando o álcool é consumido em excesso, pode prejudicar o reconhecimento de agentes patogênicos (que causam doenças), fazendo com que o organismo demore mais para identificar invasores.

Mas isso não é tudo. Se o usuário deixar de se alimentar saudavelmente e com a frequência correta para consumir bebidas alcoólicas, a imunidade pode ficar ainda mais baixa.

Além de deixar a pessoa mais suscetível a infecções, o consumo abusivo de álcool está associado com diversas doenças, tais como: problemas renais e hepáticos, desnutrição, danos ao sistema nervoso central, alguns tipos de câncer e dependência química.

As pessoas que já possuem alguma condição preexistente como hipertensão, diabetes ou problemas cardiovasculares podem ser ainda mais prejudicadas.


Sinais de que a sua imunidade está baixa


Agora que você já sabe que a bebida alcoólica abaixa a imunidade, conheça alguns sinais de alerta que indicam que a sua imunidade pode estar baixa. Confira abaixo:

  • Dores no corpo: Você sente que está constantemente dolorido e sem motivo aparente.

  • Preguiça: Você não tem mais disposição para nada e está sempre com sono.

  • Fraqueza: Se sente cansado facilmente com qualquer tipo de atividade, como caminhar ou trabalhar, por exemplo.

  • Doenças frequentes: Você nunca está saudável, sempre tem uma gripe, resfriado, rinite ou outras condições que indicam imunidade baixa, tais como: herpes, diarreias e infecções.

  • Sono excessivo: Mesmo após ter uma boa noite de sono, você acorda cansado e passa o dia sonolento.

Se você estiver com muitos desses sintomas, reduza o consumo de bebidas alcoólicas. Também é válido alertar que a imunidade baixa pode ter diferentes razões, sendo assim, se você interromper a ingestão de álcool e os sintomas persistirem, procure um médico.


Qualquer tipo de bebida alcoólica abaixa a imunidade?

Até mesmo o vinho?


Muitas pessoas acreditam que o vinho é bom para o sistema imunológico. Alguns estudos até sugerem que ele realmente possa ajudar, mas somente quando ingerido em doses moderadas.

Qualquer tipo de bebida alcoólica abaixa a imunidade quando consumida em excesso.

O álcool etílico (etanol) está presente independentemente do tipo de bebida, seja ela cerveja, vinho ou destilados, causando danos ao organismo de quem consome abusivamente.

Portanto, as notícias de que o consumo de álcool ajuda a matar vírus (incluindo o da COVID-19) são fake news.

Confira a seguir informações importantes sobre o consumo de álcool e saúde:

  • Não existe nível seguro de consumo de álcool. Beber socialmente também pode causar danos à saúde.

  • Beber demais em uma ocasião também reduz a capacidade do organismo de combater infecções até 24 horas após o consumo.

  • A ingestão abusiva de álcool enfraquece o sistema imunológico e reduz a capacidade de combater doenças.

  • O álcool está associado com o surgimento de alguns tipos de cânceres, tais como: boca, garganta, esôfago, laringe, fígado e mama.

  • Consumir álcool em excesso eleva o risco de desenvolvimento da síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA), que é uma complicação grave do novo coronavírus.

  • O álcool funciona apenas como desinfetante de pele, portanto, o seu uso deve ser externo. Esse efeito não acontece quando ocorre a ingestão.

Como manter a imunidade alta


Agora você já sabe que a bebida alcóolica abaixa a imunidade, portanto, interromper o consumo em excesso é uma excelente maneira de preservar a saúde. Mas que outras coisas podemos fazer para manter o sistema imunológico fortalecido? Descubra abaixo:

  1. Alimentação saudável: Manter uma dieta equilibrada é o primeiro e mais simples passo para fortalecer a imunidade. Consuma bastante alimentos ricos em vitamina C, vitamina A, probióticos e com propriedades antioxidantes, antissépticas e anti-inflamatórias.

  2. Não menospreze os chás da vovó: Assim como os alimentos são capazes de fortalecer a imunidade, os chás e infusões também podem ajudar a turbinar o seu sistema imunológico.

  3. Tome sol diariamente (com cautela): O sol é a principal fonte de vitamina D, sendo responsável por 80% da sua formação. Através da exposição solar moderada, os raios ultravioletas (UVB) ativam a síntese dessa substância em nosso organismo que ajuda a aumentar a imunidade.

  4. Pratique exercícios físicos: Atividades físicas regulares e moderadas ajudam a fortalecer o sistema imunológico, além de contribuir para a melhora da saúde mental.

  5. Tenha boas noites de sono: O ideal é dormir pelo menos 8 horas por noite para manter sua imunidade sempre alta.

  6. Evite o uso de cigarros: A bebida alcoólica não é a única vilã para a imunidade. O cigarro também é extremamente prejudicial para o nosso sistema imunológico, portanto, evite o seu consumo.

Quer saber mais sobre os efeitos do álcool no nosso organismo? Leia outros artigos do nosso blog sobre o assunto:

Quer saber como dar um tempo com o álcool? Click aqui!!

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo