Autocuidado na quarentena – 8 Melhores práticas

No artigo de hoje saiba a importância do autocuidado na quarentena e 8 formas de promovê-lo.


A pandemia do novo coronavírus mudou hábitos, comportamentos e até pensamentos. É fato que esse momento mexeu com o emocional de inúmeras pessoas, incluindo as que não foram contaminadas pelo vírus.

Medo de ficar doente, medo de perder entes queridos, medo de transmitir o COVID-19, incerteza sobre tratamentos, isolamento social, desemprego, ansiedade pela vacina...

São tantas preocupações que esquecemos de cuidar de nós mesmos. Inclusive, pesquisas comprovam que muitos passaram a ter atitudes prejudiciais como o consumo abusivo de álcool, cigarro e outras drogas, por exemplo.


Importância do autocuidado na quarentena


O autocuidado nada mais é que um conjunto de ações que um indivíduo realiza para cuidar de si mesmo, seja no aspecto físico, emocional ou até mesmo espiritual.

É importante ressaltar que esse conceito é bem mais do que apenas preocupação com a aparência (cabelos, unhas, pele etc.), priorizando manter o corpo e a mente saudáveis.

Diversos estudos apontam os prejuízos da pandemia para a saúde mental. O Brasil, infelizmente, lidera os casos de depressão e ansiedade, conforme aponta uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP) em onze países.

Sendo assim, medidas de autocuidado na quarentena são essenciais para que consigamos passar por esse período de crise com os menores danos possíveis.

Dentre os benefícios de cuidar de si mesmo podemos citar:

· Melhora da autoestima;

· Aumento de autoconfiança;

· Mais saúde;

· Autoconhecimento;

· Melhora a qualidade de vida.


Como praticar o autocuidado na quarentena


O autocuidado na quarentena é uma excelente maneira de evitar o esgotamento psicológico.

Essas ações trazem tantos benefícios que é altamente recomendável mantê-las mesmo após o fim da pandemia.

Então continue a leitura e conheça as 8 melhores práticas para te ajudar a enfrentar esse momento delicado.


1. Desenvolva um hobby

Fazer algo que você gosta pode te ajudar a se sentir mais alegre e motivado. A vida já está muito complicada, portanto é fundamental tirar uns minutinhos todos os dias para se dedicar a um passatempo que te anime.

Além disso, há hobbies que podem se tornar uma fonte de dinheiro. Então, não custa tentar, concorda?


2. Não guarde sentimentos

Ficar com sentimentos guardados pode ser prejudicial para a sua saúde mental. Portanto, como uma prática de autocuidado na quarentena encontre formas de se abrir e libertar de todo pensamento negativo e angústias.

Você pode escrever um diário, conversar com um amigo ou até mesmo fazer terapia. O importante é colocar o que te deixa mal para fora.


3. Mantenha contato com quem você gosta

Não é porque devemos evitar aglomerações que precisamos nos distanciar totalmente dos nossos amigos e familiares. É possível utilizar a tecnologia para manter contato e evitar o sentimento de solidão.

Combine de fazer encontros online, marque festas de aniversário virtuais, clube do livro por videoconferência e outros. O importante é não se sentir sozinho.

A Netflix disponibilizou um recurso que permite que você assista filmes e séries à distância com qualquer pessoa, em tempo real e com direito a um chat para comentar os melhores momentos. Essa pode ser uma boa opção para manter proximidade mesmo estando longe.


4. Faça terapia

Mesmo em “tempos normais” a terapia traz muitas vantagens. No entanto, se você está tendo dificuldades para enfrentar essa fase ou passou por alguma situação delicada durante a pandemia como a perda de um ente querido, por exemplo, contar com apoio profissional pode ser extremamente benéfico.


5. Faça exercícios físicos

O isolamento social não é desculpa para não praticar o autocuidado na quarentena. É possível fazer exercícios em casa gratuitamente assistindo a vídeos no Youtube, baixando aplicativos, subindo e descendo as escadas do prédio onde mora ou até mesmo fazendo aulas particulares por meio de videoconferências.

Alguns profissionais estão fazendo lives nas redes sociais com atividades que podem ser feitas em casa. Mas siga apenas as recomendações de profissionais habilitados, ok? Caso contrário você pode se lesionar.

Por fim, não podemos deixar de mencionar que a prática de atividades físicas estimula substâncias que promovem sensação de bem-estar e prazer, auxiliando a reduzir ansiedade, depressão e até mesmo a insônia.


6. Medite

A meditação utiliza técnicas de concentração e foco para atingir um estado de clareza, tranquilidade e relaxamento.

Para os iniciantes, é possível contar com áudios gratuitos de meditação guiada disponíveis no Youtube, em aplicativos de celular ou em plataformas de streamings de música.

Nessa modalidade uma pessoa te auxilia sobre o que fazer e você deve seguir as orientações para alcançar a paz interior e todos os benefícios da prática que envolvem a redução da ansiedade e do estresse.


7. Cuide do seu sono

Muitas pessoas perdem o sono ou têm noites agitadas quando estão estressadas, angustiadas e ansiosas.

Porém, noites mal dormidas podem trazer diversos malefícios como dificuldade de concentração e memorização, transtornos emocionais e até doenças como hipertensão arterial.

Por isso, o autocuidado na quarentena deve priorizar ações que promovam um sono de qualidade. Veja algumas recomendações abaixo:

· Evite tomar estimulantes pelo menos quatro horas antes de se deitar para dormir, tais como: café, refrigerantes tipo cola e guaraná.

· Tente não fumar próximo da hora de dormir;

· Não faça refeições pesadas antes de deitar-se.

· Desligue todas as luzes para estimular o hormônio do sono (melatonina);

· Não mexa no celular perto da hora que você costuma dormir.


8. Evite o consumo de álcool, cigarro e outras drogas

Todos já sabem dos inúmeros malefícios que o consumo de álcool, cigarro e outras drogas podem trazer, tanto fisicamente quanto emocionalmente.

É fato que a pandemia não está sendo fácil para ninguém, mas tentar aliviar os sentimentos ruins utilizando essas substâncias não é a melhor opção.

Se você está tendo problemas com algum hábito nocivo, saiba que pode contar com a ajuda do programa Dei Um Tempo. Um aplicativo pensado por profissionais da saúde para te ajudar a retomar o controle da sua vida através do autoconhecimento.

E aí, você tem 15 minutos livre por dia para praticar o autocuidado?


Quer saber mais como dar um tempo com o álcool? Click aqui!!!


Quer saber como dar um tempo com o tabaco? Click aqui!!

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo