A bebida causa esquecimento? Conheça o blackout alcoólico

Bebeu todas e não se lembra nada do que fez no dia seguinte? Se você não é assim, com certeza conhece alguém que sofre “perda de memória” após beber em excesso.

Muitos podem até acreditar que isso é invenção do colega que bebeu muito e quer usar a bebida como desculpa para não tocar em certos assuntos. Mas a verdade é que isso realmente pode acontecer.

Blackout alcoólico, apagões alcoólicos, amnésia alcoólica... Essa situação é chamada de diferentes formas, mas se referem sempre a mesma coisa: Esquecimento após abusar de bebidas com álcool.

Esse episódio é diferente do coma alcoólico, pois na amnésia a pessoa não chega a ficar totalmente inconsciente.

Apesar de não ter lembranças do dia seguinte, na data anterior o indivíduo continua falando e agindo normalmente, inclusive, pessoas próximas podem não perceber nenhuma alteração grave de comportamento.

É importante destacar que os apagões não acontecem somente com dependentes de álcool. Qualquer um pode sofrer com a amnésia alcoólica, inclusive, alguns estudos sugerem que o episódio possa ter relação com fatores genéticos.

Continue a leitura para saber mais.


Por que o blackout alcoólico acontece?


Devido ao excesso de consumo de álcool, o cérebro pode se tornar incapaz de registrar os eventos que aconteceram enquanto a pessoa estava embriagada.

Isso acontece porque a substância inibe os circuitos do hipocampo - região do cérebro responsável por consolidar as memórias do nosso cotidiano.

O hipocampo não é capaz de criar resistência ao álcool, mesmo que você beba por muitos anos e em grandes quantidades.


O resultado disso são as falhas de memórias, que podem ser totais ou parciais, veja abaixo:


· Blackout alcoólico fragmentado: É quando o indivíduo lembra de algumas coisas, porém não consegue recordar dos detalhes. Um exemplo é quando a pessoa sabe que foi para casa de carona, mas não lembra com quem.


· Blackout alcoólico total: Nessa situação o indivíduo não consegue lembrar nada do que aconteceu enquanto estava embriagado, pois essas informações não foram registradas pelo cérebro.


Normalmente, as pessoas apresentam falhas de memória após beber muito e em pouco tempo ou então tomar bebidas alcoólicas de estômago vazio. Essas atitudes fazem com que a concentração de álcool no sangue suba bruscamente, afetando a capacidade de lembrança.

De acordo com o Instituto Nacional de Abuso do Álcool e de Alcoolismo dos EUA (NIAAA), as mulheres estão mais propensas aos apagões alcoólicos, levando em consideração que elas têm maiores chances de beber antes de comer e tomam bebidas com doses elevadas de álcool, tais como drinques e shots, por exemplo.

Quanto maior for o teor alcoólico da sua bebida, maiores as chances de sofrer um blackout. Além disso, pesquisadores associam o episódio com a rapidez da ingestão de álcool.

Por fim, pessoas que são mais sensíveis aos efeitos do álcool ou que não costumam beber com frequência também são mais suscetíveis aos apagões.


Como identificar?


Você está em dúvida se já teve ou está sofrendo com amnésias alcoólicas? Responda as questões a seguir para ter certeza:

· Após uma noite de bebedeira você não consegue lembrar o que fez no dia seguinte?

· Você sabe que bebeu, mas não lembra quais foram as bebidas?

· Lembra como chegou em casa e quem te trouxe?

· Você consegue lembrar de encontrar com amigos ou conhecidos no local onde bebeu?

· Sabe quais foram os lugares onde você esteve?

Se você não consegue se recordar da maioria desses tópicos, muito provavelmente sofreu um apagão alcoólico, devido ao abuso das bebidas.


Como evitar o blackout alcoólico?


Para ter certeza de que você não terá amnésia alcoólica o ideal é não consumir nenhum tipo de bebida com álcool. No entanto, existem algumas recomendações que ajudam a evitar os apagões, veja abaixo:

· Não tomar bebidas alcoólicas de estômago vazio;

· Coma a cada 3 horas após começar a beber;

· Antes de beber tome carvão vegetal ativado, pois vai dificultar a absorção do álcool no estômago (Consulte seu médico para avaliar o uso);

· Escolha apenas uma bebida para tomar, evite fazer combinações entre destilados e cervejas, por exemplo.

· Não beba rapidamente, tente controlar a velocidade da ingestão de álcool.

· As bebidas alcoólicas causam desidratação, por isso, tome água com frequência para manter o corpo hidratado.

Quando o apagão acontece, não adianta se esforçar para tentar lembrar o que aconteceu. As memórias são perdidas para sempre, já que o hipocampo não registrou nada do período de embriaguez.


Quais são as consequências da amnésia alcoólica?


Quando uma pessoa chega ao ponto de ter amnésia alcoólica no outro dia, significa que ela bebeu mais do que deveria e, portanto, pode ter se colocado em situações de risco.

Quem bebe demais não consegue pensar com clareza, e acaba apresentando comportamentos que podem levar à brigas, ou práticas de atos ilegais como dirigir embriagado, por exemplo.

Também vale alertar que a combinação de medicamentos ansiolíticos com os apagões alcoólicos pode ser fatal, pois o álcool potencializa a ação sedativa e aumenta as chances de coma e insuficiência respiratória.

Sendo, inclusive, esse um dos motivos para o consumo de bebidas alcoólicas não ser recomendado em conjunto com esse tipo de remédio.

Além disso, não podemos deixar de mencionar que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas é uma das principais causas de violência doméstica. No Brasil, a cada dois minutos uma mulher é agredida.


Alerta: Você tem blackouts alcoólicos com frequência?


Os blackouts alcoólicos são um sério indicativo de que um indivíduo está tendo problemas com as bebidas.

De acordo com especialistas, quando alguém sofre com os chamados “apagões completos”, ou seja, quando não tem nenhuma lembrança, nem mesmo fragmentada, significa que quase chegou no limite de álcool que o seu corpo poderia suportar.

Sendo assim, se beber e não lembrar de nada no dia seguinte já é algo comum na sua rotina, cuidado, você pode estar em uma relação tóxica com o álcool.

Mas isso não precisa ser assim! É possível ter uma relação mais saudável com a bebida.

Quer saber como? Conheça as jornadas do programa “Dei Um Tempo”.

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo